(11) 2548-4603
A rotina contábil do seu negócio é motivo para dor de cabeça? Enfrentar problemas para gerenciar cobranças e pagamentos é comum, mas você não precisa passar por isso. Confira o post e entenda porque um sistema intermediador de pagamento pode ser a solução que você precisa!

Sistema Intermediador de Pagamento: simplifique sua rotina contábil

Você já sabe o que é e como um sistema intermediador de pagamento pode contribuir para a rotina de sua empresa? Essa tecnologia, que otimiza processos de cobrança, torna mais simples e segura a sua gestão contábil.

No post de hoje, apresentaremos a você esse sistema e suas vantagens. Além de entender como o intermediador se difere de outras tecnologias, como o gateway de pagamento, você vai saber como uma empresa de desenvolvimento de software pode inserir essa solução em seu negócio. Acompanhe!

 

O que é o sistema intermediador de pagamento

Como o próprio nome indica, um sistema intermediador de pagamento faz a intermediação entre o seu negócio e os seus clientes. A tecnologia permite a integração de diferentes formas de cobrança, possibilitando a geração de boleto ou a opção de pagamento via cartão de crédito.

Sem a necessidade de uma conta bancária ou de contrato com operadoras de cartão, o usuário do intermediador tem em mãos uma solução que facilita todo o processo de emissão de cobranças. O sistema atende até mesmo a pessoas físicas, seja para reivindicar o pagamento de compras online ou a cobrança por serviços.

A tecnologia inclui funcionalidades que favorecem a gestão contábil por permitirem o controle de atrasos e inadimplências, por exemplo. Mais do que isso, com o apoio de uma desenvolvedora de software, o sistema intermediador pode ser integrado a outros sistemas de gestão financeira.

 

As diferenças entre o intermediador e o gateway de pagamento

Um gateway de pagamento pode ser entendido como um terminal de cartão de crédito. Uma solução similar às famosas “maquininhas”, mas que é utilizada em ambiente virtual.

Isso significa que o gateway é a tecnologia que garante a criptografia dos dados de quem realiza o pagamento e garante que os valores sejam transferidos para o seu negócio. Essa solução, porém, demanda que você firme contratos com as diferentes operadoras de cartão de crédito e carece da intermediação de uma instituição bancária.

No post Gateways x intermediadores de pagamento: descubra os prós e contras de cada um, abordamos melhor as diferenças. O destaque vai para a autonomia e a maior facilidade de gerenciar as cobranças por meio do sistema intermediador de pagamento.

 

Como o intermediador simplifica a rotina contábil

Até mesmo para quem tem habilidades para a gestão de finanças, lidar com o volume de informações contábeis de um negócio pode ser desafiador. Além da necessidade de cumprir prazos, há sempre variações e imprevistos a serem considerados.

Emitir de cobranças de forma manual, contatar o banco, fazer negociações, acompanhar o cumprimento das transações e cobrar os pagadores atrasados são fatores dificultadores dessa rotina.

Como visto, um sistema intermediador de pagamento, elimina a necessidade da intermediação pela instituição bancária e facilita toda a gestão de cobranças e pagamentos. E, por isso, simplifica a rotina contábil de um negócio, contribuindo para evitar gargalos e dores de cabeça.

A tecnologia permite a você fazer a emissão de boletos registrados ou de cobranças para pagamento via cartão de crédito, podendo incluir parcelas e multas por atrasos. Outra possibilidade é dar ao cliente a opção de escolher qual a modalidade de pagamento mais interessante.

Uma empresa desenvolvedora de software pode criar um intermediador próprio para o seu negócio. Ou integrar um já disponível aos sistemas de gestão que você já usa, facilitando ainda mais sua rotina.

Gostou do post? Aproveite para descobrir Porque investir no desenvolvimento de sistemas customizados e contar com uma solução de pagamento personalizada para o seu negócio!