, ,

Pagamentos online no Brasil: um panorama

Já em 2016, uma pesquisa da PwC afirmava que os brasileiros compravam mais pela internet do que diretamente nas lojas tradicionais. O estudo apontava que cerca de 39% dos usuários têm o hábito de comprar pela internet e usar as formas de pagamento online disponíveis na hora de adquirir produtos e serviços.

A pesquisa ainda indicou que somente 3,4% dos compradores nunca recorreram a nenhum pagamento online ou compraram nada pela internet. Sobre este dado em particular, podemos tirar uma clara conclusão: a tendência é que o mundo migre pagamentos, encomendas e relacionamentos para os ambientes virtuais.

Também podemos citar outra fonte, que fala de meios de pagamento globais. A Worldpay, uma companhia de processamento de pagamentos publicou um ebook com o panorama mundial sobre tendências de formas de pagamento até 2020, dentre as quais se destacam as eWallets com 30%, cartão de crédito com 25%, débito com 17%, entre outras.

O fato é: sua empresa, como está lidando com o novo comportamento dos clientes na hora de efetuar um pagamento? Sua marca disponibiliza diferentes modos de pagamento online? Sabe como vender pela internet com cartão de crédito?

Compras via Mobile

Outro detalhe que não pode ser deixado de lado é a tendência a usar dispositivos móveis para pesquisar e adquirir bens ou serviços. A mesma pesquisa também aponta que, só em 2017, houve um aumento de 35,9% nas compras feitas por tablets e celulares. Já quando falamos da porção de compras totais, estes dispositivos já respondem por quase 25% do consumo.

Até o final de 2018, espera-se que cerca de 30% das vendas seja sejam feitas via mobile. Isso implica em adaptar processos, ter uma página responsive e proporcionar todas as facilidades que os usuários esperam encontrar, como pagar com cartão de crédito, paypal ou realizar transferências por meio do débito automático.

O brasileiro e as compras online

Em tempo: mais metade dos consumidores realizaram, ao menos, quatro compras online nos últimos 6 meses. Ou seja, ainda em um momento em que o país passa por uma crise financeira marcante, os números das compras online não deixam de crescer. Motivo? Exatamente o que as crises proporcionam: aumento da competitividade, redução de preços e buscas mais extensas por parte do consumidor.

Não vamos esquecer do quesito comodidade. Comprar de sua própria casa é um hábito que os brasileiros estão incorporando com muita aceitação. Agregam-se os benefícios de comprar quando quiser, economizar tempo e conseguir fazer uma pesquisa entre vários lugares em paralelo e escolher onde comprar.

Igualmente, o brasileiro tem bastante cuidado na hora de decidir fornecer seus dados ou de fechar a compra. Por isso, além de considerar um ambiente de compras funcional, é importante transmitir segurança para os consumidores. Páginas com protocolo https, reviews positivos dos consumidores e rápida capacidade de resposta às consultas costumam ter vantagem.

Ou sejam o que fez a internet foi permitir que o consumidor expanda suas possibilidades, tanto de pesquisa como de pagamento. É natural a migração de processos para um ambiente que facilite à compra. Neste caso, e exatamente por isso, é bom estar preparado e criar soluções de acordo com a demanda atual.

Esperamos que o artigo tenha ajudado a entender como o panorama atual dos pagamentos online no Brasil estimula às empresas a investir tempo e esforços nesta modalidade. Se você tiver dúvidas, entre em contato conosco, a Logical Minds está à sua disposição para ajudar sua marca a crescer.