(11) 2548-4603
A gestão de TI na sua empresa já conta com métricas e indicadores de desenvolvimento? No post de hoje, explicamos o que são, qual a importância e como esses recursos podem ser usados em favor da TI e do sucesso nos negócios. Confira!

Métricas de desenvolvimento: relações possíveis

Sua empresa já sabe a importância de utilizar indicadores e métricas de TI? E, mais do que isso, já sabe como utilizá-las para orientar ações e melhorias no setor?

Se você respondeu “não” a essas perguntas, não se preocupe, pois chegou ao post certo. Ao longo da leitura, você vai entender melhor esses conceitos e saber qual a sua importância para a TI e, consequentemente, para a empresa. Confira!

 

As diferenças entre métricas de TI e indicadores

Métricas e indicadores são conceitos que constantemente aparecem relacionados. E isso acontece porque, de fato, um complementa o outro. Veja só:

Métricas de TI são valores, medidas brutas relativas a alguma operação ou processo do setor de tecnologia da informação. É o caso, por exemplo, da velocidade de desenvolvimento ou de bugs e qualidade do código.

Como é possível perceber, as métricas de desenvolvimento em TI permitem a coleta de dados relevantes. Porém, por si só, esses dados podem não dizer muito sobre a realidade do setor.

E é por isso que essas métricas precisam servir de base para a definição de indicadores. Estes devem ser estipulados pelo gestor de TI com o objetivo de analisar a eficácia do desenvolvimento e identificar oportunidades de melhoria.

 

Qual a sua importância para a TI da empresa

Sem métricas e indicadores de TI, uma empresa dificilmente consegue reunir informações sólidas quanto ao desempenho do setor. E isso impede que oportunidades de melhoria sejam identificadas com clareza e que as medidas adotadas sejam verdadeiramente adequadas e positivas.

É importante ter em mente que o setor de TI tem crescente relevância e um papel cada vez mais estratégico. Aliar a TI aos processos e objetivos de negócio indica um elevado nível de maturidade de gestão que tem influência direta no sucesso da empresa.

Para tanto, é preciso otimizar toda a TI, inclusive o desenvolvimento. E, por isso, é essencial apostar em métricas de desenvolvimento em TI e nos indicadores.

 

Como usar métricas e indicadores de desenvolvimento em TI

No desenvolvimento, fatores relacionados à qualidade dos códigos ou à incidência de problemas atribuídos a bugs refletem o desempenho do setor de TI da empresa.

As métricas de TI e os indicadores de desenvolvimento permitem que o gestor faça uma análise de cada questão e encontre razões que justifiquem um desempenho abaixo do esperado.

Assim, torna-se possível fazer com que o trabalho de gestão seja mais embasado para fornecer recursos e promover a adoção de medidas importantes para a otimização de TI.

Em outras palavras, métricas e indicadores contribuem para que a empresa saiba o que fazer para usar a TI com mais eficiência a seu favor. Algo que pode pautar decisões que vão desde melhorias internas à contratação de um parceiro de outsourcing de TI (ou de terceirização de TI), por exemplo.

 

Use as métricas e indicadores certos

Para que tudo isso dê certo, antes é preciso escolher bem as métricas e indicadores. Uma simples pesquisa pode apresentar ao gestor uma ampla variedade de métricas de desempenho em TI que são interessantes, mas não necessariamente importantes para a empresa.

Saber disso é importante para que não sejam escolhidas métricas e indicadores que se transformem em um trabalho que não contribui para sua TI.

Em 7 etapas para definir KPIs de TI de forma eficaz, explicamos que para definir métricas de TI e indicadores é preciso considerar fatores como os objetivos da empresa e as atividades relevantes para alcançá-los.

Sua empresa já faz uso de métricas e indicadores de desenvolvimento em TI? Compartilhe sua experiência nos comentários!