Metodologias ágeis de gestão de projetos aplicadas à tecnologia da informação

A gestão de projetos em TI não é novidade. Pelo contrário, várias empresas passaram a adotar metodologias de gestão de projetos para acelerar o processo de desenvolvimento de softwares e ganhar maior flexibilidade de atuação na hora de compor equipes e alocar recursos.

Com o passar do tempo, diversas metodologias ágeis de gestão de projetos em tecnologia da informação foram sendo desenvolvidas e aprimoradas, como é o caso do Scrum, ITIL e XP.

A seguir, você confere o que cada uma delas pode fazer pelos seus projetos de TI.

Scrum
Scrum é uma estrutura de trabalho (framework) onde você pode inserir diversos processos e gerenciá-los com maior propriedade.

O controle de processos no Scrum é abordado de forma iterativa e incremental, o que significa que o projeto é segmentado em diversas partes, chamadas Sprints, e cada uma delas agrega uma nova funcionalidade ou benefício para o cliente.

As Sprints têm duração máxima de quatro semanas, visando manter o projeto ágil e a equipe focada em um entregável por vez. Assim, é possível gerar maior valor para o cliente desde o início do projeto e garantir que as incertezas sejam gerenciadas passo a passo.

Sua composição permite gerenciar dos mais simples aos mais complexos projetos de TI, por isso, o Scrum é amplamente utilizado no desenvolvimento de softwares e hardwares, entre outras soluções tecnológicas.

ITIL
Information Technology Infrastructure Library ou simplesmente ITIL é uma das mais usadas metodologias de gestão de projetos em tecnologia da informação.

Sua relevância reside no fato de que se trata de um compêndio de melhores práticas de gestão de projetos sob a ótica da tecnologia como serviço, e não como produto, como acontece no Scrum.

A metodologia está dividida em cinco grandes áreas:
1. Estratégia de Serviço
2. Desenho de Serviço
3. Transição de Serviço
4. Operação de Serviço
5. Melhoria continuada de serviço

Dessa forma, o ITIL costuma ser usado por empresas que oferecem software como serviços (SaaS) ou que trabalham com outsourcing de TI, pois elas estão focadas na qualidade do serviço final apresentado para o cliente.

XP
Extreme Programming ou Programação Extrema é uma das metodologias de gestão de projetos em TI mais adoradas pelos engenheiros de software. Com esse conhecimento, as equipes de desenvolvimento alcançam uma performance acima da média e resultados contínuos.

A ideia é ser ainda mais rápido do que no Scrum, segmentar ainda mais as etapas de cada projeto e conferir maior flexibilidade para a equipe na resolução de problemas e adaptação às mudanças do mercado.

Para tanto, a equipe se baseia em quatro pilares: simplicidade, comunicação, feedback e coragem. Dessa forma, ela está baseada no comportamento que a equipe adota frente ao projeto, visando sempre maior qualidade e menor custo para o cliente final.

A boa notícia é que essas metodologias ágeis de gestão de projetos não cabem apenas no setor de TI. Toda a organização pode se beneficiar das vantagens delas, conquistando maior agilidade e eficiência na execução de projetos.

Se você quer se aprofundar no assunto, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este!