,

Gateways x intermediadores de pagamento: descubra os prós e contras de cada um

Você está em dúvida quanto à escolha do meio de pagamento ideal para o seu e-commerce? Esse é um dilema comum para quem precisa encontrar a melhor solução para realizar as transações relativas às vendas feitas, de forma prática, segura e, claro, econômica.

Para te ajudar, fizemos este post explicando o que é gateway de pagamento e o que é intermediador de pagamento. Assim, você vai conhecer melhor esses sistemas de pagamento online, entender suas vantagens e desvantagens para, então, decidir qual a solução para o seu negócio. Vamos lá?

O que é gateway de pagamento, os seus prós e contras

Uma maneira simples de entender o que é gateway de pagamento é considerar que se trata de uma solução que funciona como um terminal (ou maquininha) de cartão de crédito.

Isso significa que o gateway garante que os dados dos cartões dos clientes sejam transmitidos de forma segura, através da criptografia, e permite que os valores pagos sejam transferidos direta e integralmente para a conta da sua loja. Ainda, a confirmação da transação é imediata.

O gateway não demanda que o seu cliente seja redirecionado a outra plataforma para a realização do pagamento porque pode ser integrado ao sistema da própria loja.

Além disso, permite personalizações para que a loja possa oferecer opções de parcelamento ou, por exemplo, para que o cliente possa pagar utilizando cartões de fora do país. Tudo isso pode contar como pontos positivos.

Vale saber, ainda, que uma solução de gateway demanda que você negocie um contrato com cada operadora de cartão de crédito. Isso pode ser entendido como um ponto contra, em função do trabalho envolvido. E pode ser entendido como um ponto positivo, já que abre espaço para que você negocie as taxas junto às operadoras e ao banco.

O que é intermediador de pagamento, os seus prós e contras

Quando um e-commerce opta por contar com um serviço de intermediador de pagamento, é esse intermediador que faz a conexão e a transmissão dos dados do cartão dos clientes para o recebimento do valor referente à compra.

A principal vantagem está associada à facilidade que essa solução oferece, uma vez que você precisa se preocupar apenas com o contrato firmado com os intermediadores, enquanto eles fazem a própria negociação para aceitar diferentes cartões de crédito e débito dos principais bancos. A desvantagem é que isso faz com que as taxas dessa solução sejam mais altas para você do que aquelas acordadas em um sistema de gateway.

Além disso, ao contar com intermediadores, seu cliente é redirecionado a uma outra plataforma, fora do seu e-commerce, para concluir a compra. Não raro, clientes acabam abandonando o carrinho por não gostarem desse sistema. E, quando a compra é concluída, o tempo de análise e aprovação da transação é maior, o que pode prejudicar a logística e aumentar seus prazos de entrega.

Gateway x intermediador: qual a solução ideal?

Agora que você sabe o que é gateway e o que é intermediador de pagamento, já tem um embasamento para descobrir qual dos sistemas de pagamento online é o ideal para o seu negócio.

Vale saber, ainda, que cada e-commerce tem características e demandas próprias que direcionam essa decisão.

No geral, porém, fatores como a permanência do cliente no site da loja para a realização do pagamento e a possibilidade de personalização da solução fazem com que o gateway de pagamento seja a opção mais promissora, sobretudo para acompanhar o crescimento do e-commerce e gerar resultados mais sólidos também em longo prazo.

Você acha que um gateway de pagamento personalizado é a solução certa para o seu e-commerce? Entre em contato conosco, podemos te ajudar!