,

O que um TMS pode fazer pela sua transportadora?

A gestão logística eficiente é o principal desafio do setor de transportes. Confira no post de hoje o que o TMS pode fazer pela sua transportadora!

Você sabia que todos os procedimentos da sua empresa podem ser otimizados apenas por uma única plataforma digital e online? Tudo isso é o que o TMS pode fazer pela sua transportadora. E muito mais!

Ter o total controle da gestão da transportadora é o diferencial dessa ferramenta que garante o sucesso do negócio, uma vez que todas as decisões passam a ser estratégicas.

Outras vantagens do software são: agilidade, economia, segurança e produtividade.

Então, para que a sua empresa alcance todas suas metas e objetivos, além de manter-se competitiva, é fundamental o investimento em um sistema personalizado como o TMS.

Quer saber tudo o que o TMS pode fazer pela sua transportadora?

Continue a leitura e tire as dúvidas sobre esse assunto!

 

#O que significa TMS

A sigla TMS (Transportation Management System) significa: sistema de gerenciamento de transportes.

Ou seja, é uma ferramenta (software) logística de controle da operação e gestão integrada desse setor.

 

 

#TMS: uma solução completa para a transportadora

Imagine poder ter acesso fácil a todo o fluxo logístico que envolve a contratação de transportes, desde a cotação, passando pela coleta, até a entrega final do produto?

Essa é a solução completa que o TMS oferece para a sua empresa: a gestão de cada etapa do processo que envolve o mercado de transporte.

O que antes era gerenciado por meio de inúmeras planilhas, agora passa a ser controlado apenas com um clique e o melhor: de forma online e integrada.

Da emissão de notas fiscais à rota dos veículos. A carga é acompanhada desde a expedição à entrega ao cliente final. Tudo está totalmente sob controle e de forma ágil, simples, segura e intuitiva. Um sistema automatizado que centraliza todas essas informações essenciais para o seu negócio.

Esse software de gestão logística específico é exatamente o que toda empresa do setor de transportes precisa para estar à frente nesse concorrido e moderno mercado.

E a sua transportadora não vai ficar de fora, não é mesmo?

Então, leia mais, a seguir, sobre as vantagens do TMS.

 

#As principais vantagens do TMS

Você já leu até aqui sobre a importância desse sistema que torna a empresa mais competitiva.

Agora vamos destacar quais são as principais vantagens do TMS para a sua transportadora.

Uma delas é que, com a gestão eficiente do fluxo logístico, a transportadora passa a contar com o cruzamento de dados, promovendo a troca de informações cruciais, integrando todas as áreas do negócio, tais como: Fiscal, Contábil, Financeira, Comunicação e Marketing.

Além disso, o software garante a agilidade na emissão de documentos (CT-e e  NFS-e).

Com essa gestão estratégica de fretes, os custos são reduzidos, promovendo mais economia.

E como o TMS promove tudo isso? Oferecendo inúmeras funcionalidades, conforme você entenderá mais ao seguir com a leitura deste artigo.

 

#O que o TMS oferece de funcionalidade?

O TMS permite que os gestores tenham acesso a informações em todas as etapas do fluxo logístico, tais como:

  • Planejamento (orçamento, rota, frota, equipamentos etc)
  • Controle de estoque
  • Custos (levantamento)
  • Operação (controle durante toda a operação)
  • Expedição de produtos
  • Rastreamento dos veículos (visualização online)
  • Faturamento (emissão de notas, taxas, tarifas etc)
  • Análise de dados dos clientes (para tomadas de decisões estratégicas e assertivas)

 

#O que o TMS garante para a transportadora?

Ao contratar o TMS para sua empresa, tenha em mente três importantes garantias do software que fazem toda a diferença para a competitividade de sua empresa. 

1. Controle total da operação (carregamento, tempo de parada, tempo de espera em clientes, descarga)

2. Comunicação imediata (em casos de incidentes, irregularidades, imprevistos, desvios nas estradas, roubos – o que facilita a tomada de decisões, garantindo a economia de tempo para o cliente na entrega do produto)

3. Segurança dos veículos (com o rastreamento, essa segurança é garantida, prevenindo roubos)

 

Se você ainda tem dúvidas sobre como funciona um software TMS, entre em contato conosco! A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua transportadora.

Em outro artigo do nosso blog, você também pode saber mais sobre: Software de Logística: 5 dias para empresas de transporte

,

Dicas para aumentar a competitividade no transporte de cargas

Quer alcançar o topo entre as transportadoras? No post de hoje, vamos dar todas as dicas para que a sua empresa possa aumentar a competitividade no transporte de cargas. Confira!

O que a sua empresa tem feito para  aumentar a competitividade no transporte de cargas?

Neste mercado acirrado, ganha quem consegue se destacar em vários aspectos.

Muito além de ser apenas uma questão de preço, é preciso entregar valor: encantar o cliente, estar atualizada, oferecer serviços diferenciados, entre outras vantagens.

Enfim, é ter uma uma gestão estratégica e, a partir dela, conduzir todas as ações de acordo com os objetivos da transportadora.

Com a leitura deste post, você vai saber como agir para alcançar o sucesso esperado. Reunimos aqui todas as dicas sobre aumentar a competitividade no transporte de cargas.

Confira!

 

Como aumentar a competitividade no transporte de cargas?

A disputa é grande e a sua transportadora não pode ficar pra trás, não é mesmo?!

Então, leia a seguir as principais dicas que, se colocadas em práticas, garantem a competitividade no transporte de cargas da sua empresa.

Com algumas mudanças, ajustes e inovação, é possível garantir o crescimento sustentável e a manutenção do seu negócio, além de impulsionar novos negócios para um futuro promissor!

 

 

 

Dicas:

1. Tenha uma gestão estratégica

Gestão estratégica é ter uma visão ampla, promovendo melhorias e identificando novas oportunidades para o seu negócio.

Com isso, a empresa ganha em eficiência e agilidade na tomada de decisões, garantindo sua competitividade no mercado.

Mas como garantir uma gestão estratégica?

A resposta está no tópico a seguir: investindo em tecnologia e automação.

 

2. Invista em Tecnologia/automação

A automação dos processos logísticos também faz parte da gestão estratégica. Aliás, é a partir da automação que a empresa passa a ter informações relevantes que contribuem para a visão estratégica. Portanto, elas são fundamentais para aumentar a competitividade no transporte de cargas.

Mas, atenção! Contrate uma empresa especializada que ofereça as melhores soluções e ferramentas para isso.

softwares específicos para o seu negócio, como o TMS (sistema de gerenciamento de transporte), por exemplo, e a transportadores só tem a ganhar com essa automação e tecnologia – em todos os sentidos: eficiência, comunicação, modernização, economia de tempo, redução de custos logísticos, entre outras vantagens.

 

3. Faça a Integração e Padronização dos processos logísticos

Manter um padrão de qualidade, ter mais controle, agilidade e reduzir a margem de erro. Esses são os principais ganhos da integração e padronização dos processos logísticos.

E mais: melhoria no atendimento e aumento de produtividade da equipe, uma vez que os gestores e colaboradores passam a se preocupar apenas com o negócio da empresa – e não mais com tantos detalhes que podem ser controlados por um software. 

 

4. Implante uma cultura de Inovação

Para manter-se competitiva, toda empresa deve buscar novas soluções. A cultura de inovação deve fazer parte do dia a dia do negócio.

Como já citamos anteriormente, a própria busca por tecnologia, através do investimento em ferramentas tecnológicas, como os softwares , por exemplo, já  representa um avanço dentro da constante cultura da inovação.

 

5. Tenha Comunicação com os públicos e clientes

A transparência é a base de toda comunicação. Uma relação simples, direta e aberta facilita a negociação entre a empresa e todos os seus públicos.

Para que essa troca de informações seja eficiente, mais uma vez, a dica é: investimento em tecnologia!

Mas também não adianta apenas em investir em tecnologia como você pode ler mais uma dica a seguir.

 

6. Invista no Capital Humano

É preciso despertar a motivação e o interesse dos colaboradores da empresa o tempo todo.

Incentive a participação dos funcionários em cursos de atualização. Capacite-os. Promova ações para estimular a troca de informações. Ofereça constantemente informações sobre as inovações do mercado.

Um colaborador motivado produz mais e passa a ser a peça-chave da visão estratégica da empresa.

 

7. Alcance a Excelência no Atendimento

Hoje em dia, não adianta ser bom, é preciso ser excelente!

Como citamos anteriormente, com o investimento em tecnologia, será possível oferecer o melhor atendimento ao cliente.

A relação entre a transportadora e o cliente será muito mais eficaz por meio de um sistema online. O atendimento deve ser facilitado e personalizado através de vários canais de comunicação.

Agora que você já sabe como aumentar a competitividade no transporte de cargas, não deixe de fazer um comentário com a experiência da sua empresa rumo ao sucesso.

E se ainda faltam alguns passos para chegar lá no topo, entre em contato conosco. A Logical Minds tem uma solução personalizada para você!

,

5 Argumentos para automação logística de transportes

A gestão de transporte da sua empresa é automatizada? No post de hoje, vamos explicar a importância e quais são as vantagens da automação logística de transportes para o sucesso do seu negócio. Confira!

No mundo moderno, a inovação é um desafio constante. E essa premissa, claro, também vale para o setor de transportes.

É por isso que automação logística veio para quebrar essa barreira, tornando-se urgente e indispensável.

Sob vários aspectos, ela ajuda e impacta positivamente toda a cadeia do segmento: da otimização e agilidade dos processos à redução de custos.

O resultado: inúmeros benefícios tanto para as empresas quanto para o cliente final.

Agora faça uma reflexão: sua empresa está preparada e atualizada nessa área? Se ainda não, a leitura desse artigo é de extrema importância para você.

Ao longo deste post, você vai saber e entender melhor sobre a automatização logística de transportes para tornar a sua empresa mais competitiva.

Confira!

 

Qual é a importância da automação logística?

Além de muitas vantagens, muitos problemas enfrentados no cotidiano das empresas de gestão de transporte podem ser minimizados com a automação logística.

Afinal, sempre que estamos falando de logística significa o mesmo que: uma atividade estratégica para a organização.

Veja, por exemplo, o que pode ser evitado com a automação logística de transportes:

  • Falhas, erros nos processos
  • Retrabalho
  • Desperdícios
  • Riscos nas operações
  • Atrasos, imprevistos

 

Tudo isso e muito mais pode ser feito a partir de softwares personalizados e integrados – de acordo com o que cada transportadora precisa.

O objetivo da automação logística é monitorar cada atividade desempenhada dentro da rede de suprimentos para sua melhor fluidez e mais qualidade dos serviços prestados.

Podemos dizer então que ter o controle de forma automatizada de todo o processo é a chave do sucesso das empresas mais renomadas do setor frente à alta concorrência do mercado.

Assim, os gestores passam a contar com informações estratégicas para rápidas tomadas de decisão quando necessário.

No próximo tópico, vamos frisar as 5 principais vantagens da automação logística de transportes.

 

Benefícios da automação logística:

Sem dúvidas, o progresso e o desenvolvimento na logística estão diretamente relacionados à automação de processos. O gerenciamento correto das atividades logísticas, portanto, pode garantir o futuro das empresas de transporte.

É preciso monitorar, de forma assertiva, e organizar todas as etapas do fluxo de produção (armazenagem, transporte e distribuição);  ou seja, da compra da matéria-prima à entrega do produto para o consumidor.

E quais são as vantagens da implantação de ferramentas de automação? É exatamente isso que vamos destacar no item a seguir.

 

Conheça as principais vantagens da automação logística de transportes:

  1. Monitoramento, controle e integração dos processos
    Como temos falado, a automatização dos processos da empresa permite mais agilidade, segurança e qualidade, além de prevenir falhas dentro da suplly chain management.
    Com o sistema TMS, por exemplo, você tem informações integradas e mapeadas sobre tudo: rota, frete e rastreamento da mercadoria, entre outras.
  2. Gestão e redução de custos operacionais
    E o que esse monitoramento permite ainda? Uma economia bastante significativa na automação dos processos. Afinal, com um maior controle sobre os procedimentos é possível planejar melhor os recursos aplicados,  reduzindo, assim, os custos operacionais.
    Além disso, a tecnologia evita o retrabalho e minimiza os erros que também sempre geram custos a mais e desnecessários.
  3. Fidelização de clientes
    A tecnologia também é grande aliada da empresa para garantir a satisfação do cliente. E como isso ocorre? É que o controle e  rastreamento permitem o cumprimento de prazos, além de fornecer informações em tempo real para uma eficiente comunicação com o cliente.
    As necessidades, exigências e expectativas dos clientes passam a ser atendidas prontamente e de forma estratégica.
    Mais qualidade e rapidez nas entregas também é um diferencial da automação logística de transportes para fidelizar clientes.
  4. Mais tempo, produtividade e motivação da equipe
    E com o aumento da eficiência dos processos, devido à tecnologia, os colaboradores e gestores ganham tempo e produtividade.
    Assim, eles passam a se dedicar mais às áreas estratégicas, tais como: pesquisa, desenvolvimento de produtos de acordo com as demandas dos clientes, análise de resultados etc.
    Dessa forma, a tecnologia aumenta a produtividade e a qualidade na empresa. Isso sem contar na segurança e facilidade para lidar com os processos – o que ainda deixa o colaborar mais motivado.
    Como consequência natural disso, as transportadoras crescem, ao poder atender cada vez mais clientes, alcançando suas metas mais otimistas.
  5. Monitoramento de desempenho
    Depois que tudo está funcionando perfeitamente, com controle, métodos e ainda permitindo o crescimento da empresa, qual é a preocupação agora?
    A resposta é: a melhoria contínua dos processos. Não é mesmo? Evoluir, sempre, é garantir o futuro no mercado.
    Mas para que isso ocorra, é fundamental acompanhar o desempenho de cada parte por meio das ferramentas de automação logística.

Com os sistemas de avaliação de desempenho, é possível identificar falhas na produtividade, definir prioridades, corrigir erros e tomar decisões que irão garantir eficiência e a continuidade da evolução da empresa.

Como você pode ter observado ao longo dessa leitura, todos as vantagens da automação logística de transportes estão interligadas entre si, assim como o próprio sistema.

O que não pode acontecer é deixar sua empresa fora disso!

Se a sua empresa já faz uso da automação logística de transportes, ótimo! Compartilhe sua experiência nos comentários!

Se não, entre em contato conosco. A Logical Minds tem uma solução personalizada para você!

,

Transporte de Cargas e Tecnologia da Informação: os melhores aliados

O setor logístico tem se destacado como estratégico para as empresas, pois é a partir de uma operação eficiente de distribuição que se alcança a satisfação do consumidor exigente.

Tornar o produto disponível no menor espaço de tempo é um dos grandes desafios logísticos atuais, contudo, não é o único. A gestão da informação gerada em toda a cadeia de suprimentos da empresa é de suma importância para o aumento da competitividade.

Quando se trata de transporte de cargas, quais são os recursos tecnológicos que beneficiam a operação e trazem diferenciais que ressaltem sua empresa como uma boa competidora no mercado?

 

Rastreabilidade de mercadorias

Enquanto a mercadoria está sendo transportada de um local a outro, é preciso manter certo controle sobre a mesma, a fim de atualizar o status de pedido ao cliente ou então de manter a segurança dos produtos que estão enviados.

Quando a carga é fechada (CF), o próprio veículo pode ser rastreado por meio de GPS, facilitando o encontro da mercadoria onde quer que ela esteja. Contudo, quando se trata de carga fracionada (CFr), o trabalho se torna mais minucioso, afinal, é necessário coletar mercadorias em vários pontos de transbordo para então direcioná-las aos destinatários finais.

Dentro desta perspectiva, a tecnologia da informação entra como grande aliada no processo de rastreabilidade dos produtos, oferecendo soluções como dispositivos RFID – Radio Frequency Identification Data.

Etiquetas RFID podem ser facilmente rastreadas com a tecnologia certa, mantendo sua empresa a par de todo o trajeto percorrido por cada mercadoria transportada. Com essa tecnologia, você informa seus clientes sobre o status do pedido e garante que nada aconteça com o seu carregamento.

Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI)

O EDI é como um código criptografado que representa uma informação, como um preço, código de barras ou descrição de produto. Essa informação pode ser trocada facilmente entre computadores conectados, facilitando a gestão da informação no transporte de cargas.

Você pode, por exemplo, usar essa tecnologia para realizar o controle de estoque entre filiais. A carga sai da matriz e a informação gerada, como quantidade de mercadorias presentes no carregamento, é conferida rapidamente no momento do recebimento pelo destinatário. Esse processo otimiza a produtividade da sua equipe e torna a conferência de cargas mais segura e confiável.

A mesma tecnologia é aplicada na emissão de CTes e NF-es. A informação é transmitida de uma empresa a outra por meio eletrônico, evitando possibilidades de fraudes e adulterações. Também facilita no momento da conferência dos dados e na obtenção de créditos fiscais mediante a consolidação das informações dentro do seu sistema de gestão.

 

Leitura óptica e código de barras

Uma solução que está em nosso dia a dia e que favorece muito o trabalho de embarcadores é o código de barras e leitura óptica. Inserindo tal código em cada mercadoria transportada, fica fácil coletar e transmitir informações via sistemas específicos.

É possível identificar rapidamente mercadorias, características de produtos, volumes em estoque, orientações específicas de transporte, dados do embarcador e do destinatário, entre outras informações de suma importância para uma gestão logística eficiente.

O processamento de pedidos se torna mais ágil e eficiente, os erros de expedição são eliminados, a gestão do estoque é facilitada e você mantém um registro fiel de todas as movimentações de mercadorias da sua empresa.

Para extrair o potencial máximo dessas tecnologias, o ideal é que você tenha um TMS – Transportation Management System integrado às demais soluções de tecnologia da informação da sua empresa. Assim a gestão de informações se tornará uma grande aliada dos seus negócios.

Quais dessas tecnologias você utiliza? E os resultados, são bons? Deixe seu comentário!

 

 

,

Software de Logística: 5 Dicas para Empresas de Transporte

Mais do que uma atividade operacional, a logística é uma atividade estratégica para empresas de transporte. Você não deve se preocupar somente com a operação, mas, principalmente, com a gestão do transporte.

Um TMS – Sistema de Gestão de Transportes permite que você gerencie toda a cadeia de valor da empresa, desde a expedição das cargas até o momento em que elas são entregues ao destinatário final.

Gestão de Fretes

Ao adquirir um software de logística, você terá capacidade para monitorar os valores de frete contratado, comparar frete previsto X frete realizado, e, também, receber e enviar informações com agilidade e eficiência, ganhando maior velocidade nas negociações com fornecedores.

Uma operação mais veloz e com menos possibilidades de falhas traz redução de custos e maior lucratividade para a empresa, na medida em que você pode conferir os dados de forma automatizada e detectar erros em tempo de solucioná-los antes de qualquer consequência prejudicial aos negócios, como o pagamento de impostos indevidos.

Controle de rotas e monitoramento de entregas

Dizem que a menor distância entre dois pontos é uma reta, mas, com as estradas brasileiras, dificilmente você terá uma rota tão atrativa para a distribuição de produtos.

É aqui que o planejamento e controle de rotas entra. No software de logística você pode analisar quais são as rotas mais interessantes sob diversos aspectos, como: menor distância, menos pedágios ou então estradas melhores. Com as opções em vista, é só escolher a mais adequada ao seu momento.

Na sequência, utilizando as tecnologias certas, você pode monitorar todo o deslocamento da sua carga até o destino final, inclusive em operações de frete fracionado.

Essas tecnologias contribuem ainda para reduzir os desperdícios na distribuição de mercadorias, já que é você quem está no controle, tendo as quilometragens certas e os respectivos valores monitorados via sistema.

Agendamento de entregas

Empresas que trabalham com frete fracionado e dependem da consolidação de cargas para otimizarem custos de transporte podem se valer um software de logística para empresas de transporte para fazerem uma análise mais apurada das demandas e assim criarem um sistema de agendamento de entregas.

Como a consolidação de cargas demora um certo tempo, parte das entregas podem ter o prazo estendido, o que afeta a satisfação do consumidor final. No entanto, se você oferece a opção de agendamento, este fator, que poderia ser visto como negativo, se torna positivo para ambos lados.

O cliente sabe exatamente o dia em que receberá a mercadoria, podendo planejar-se de antemão. Você terá mais tempo para reunir o volume necessário para fechar a carga e também poderá planejar com maior precisão as rotas de distribuição.

Gestão de ocorrências

Ninguém está livre de um imprevisto, como entregas atrasadas, produtos avariados ou cliente indisponível no momento da entrega. Para todas essas ocorrências, você pode utilizar aplicativos para dispositivos móveis a fim de gerenciar as exceções.

Com simples e poucos toques, o entregador pode informar qualquer tipo de ocorrência e atualizar o sistema de rastreamento de mercadorias, disponibilizando a informação para todos os envolvidos no processo.

Ficam preservados embarcador, empresa de transporte, responsável pela entrega e até o cliente final, que pode consultar o status do pedido a qualquer momento.

Auditorias

Um software de gestão logística também pode ser seu maior aliado na realização de auditorias em faturas, CTes e NF-es. No momento da importação dos dados, o sistema faz automaticamente uma varredura em todas as informações e aponta qualquer tipo de dissonância que possa afetar sua empresa.

Eliminado qualquer risco à operação, você agiliza os processos internos, garante maior produtividade à sua equipe e escala sua capacidade de atendimento a novos clientes.

Seu negócio está pronto para um TMS? Conte pra gente!

, ,

Como um software de gestão pode ajudar sua transportadora

Transportadoras que gerenciam suas atividades com as ferramentas adequadas se beneficiam de processos estruturados e otimizados. O resultado é a melhoria da organização como um todo, da ponta logística até o controle dos documentos envolvidos no frete. Em contrapartida, o cliente também vê vantagens, seja no relacionamento ou mesmo na prestação de um serviço de qualidade.

Mesmo assim, esse cenário só é possível quando todas as operações são devidamente controladas e apresentam um alto grau de eficácia. Agora, o controle em si, é um desafio à parte. A quantidade de dados que a gestão do frete demanda é altíssima e é necessário contar com soluções práticas que contribuam para a execução dos planos de ação.

No artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre como um sistema pode contribuir para a gestão da sua transportadora e aprimorar o método de trabalho.

De que se trata

Um software de gerenciamento de transportes é um sistema criado para organizações que desenvolvem atividades de distribuição de produtos. Essas empresas necessitam de alternativas que contribuam para o gerenciamento eficiente do processo de entregas e de controle de todos os documentos envolvidos na prestação de contas.

Além de ser funcional, um TMS (Transportation Management System) precisa contemplar todas as necessidades de controle relacionadas ao frete de mercadorias.

O objetivo é que o software possa automatizar processos manuais, que tenha a capacidade de emitir e conferir documentos, por exemplo. Melhor ainda quando a empresa pode integrar soluções e fazer que seu ERP conte com aliado na hora de tornar o gerenciamento ainda mais eficiente.

Os sistemas de inteligência em fretes podem ser implementados seja por empresas com frota própria ou por organizações que terceirizam a parte logística, independentemente do porte das mesmas. Um sistema dedicado é uma excelente alternativa para facilitar a rotina de sua empresa.

Simulações

Com um sistema de gestão, é possível prever os gastos envolvidos no transporte através da simulação do cálculo do frete relativo a cada entrega. Os benefícios diretos são óbvios: quando comparamos custos, torna-se possível avaliar qual é a melhor operadora para as suas necessidades. Além disso, a simulação ajuda no planejamento das etapas e, consequentemente, no processo de tomada de decisões.

Com a simulação do frete, outros benefícios diretos são o aumento da confiança e da segurança dos responsáveis por controlar os processos. Isso acontece porque todos os dados envolvidos podem alimentar no sistema e, assim, é possível ter uma visão global e mais clara para então decidir qual é a melhor alternativa de contratação.

Cálculo

Quem trabalha com frete há muito tempo sabe que cada empresa usa um modelo de precificação distinto. A base de cálculo pode ser feita por valor de NF (nota fiscal), peso, quilômetro rodado ou até mesmo grau de urgência do transporte das mercadorias.

Quando o cálculo é feito por cubagem, a variação pode ser maior ainda, nem todas as empresas contam com o cubómetro, um equipamento bastante caro, e o valor passa a ser apenas estimado.

Se pararmos pra pensar em todas as variações possíveis na hora de fazer uma cotação, seja de forma automática ou manual, vamos perceber que se perde tempo, produtividade e agilidade.

Um software pode contribuir ao permitir a comparação entre cada tabela de frete usada pelas transportadoras parceiras.

 

,

Como o SLA pode contribuir para a melhoria dos seus serviços de frete

O mercado de transportes é um dos mais competitivos do Brasil, e as empresas que conseguem se organizar acabam tendo vantagens competitivas frente à tanta oferta de opções de fretes. Em um contexto tão acirrado, inovar em tecnologia e manter todos os processos sob controle faz toda a diferença na qualidade final dos serviços.

Especificamente pensando na organização e procedimentos, os contratos, ou SLA – Service Level Agreement – conformam uma das principais ferramentas para que o serviço prestado por transportadoras sejam executados exatamente de acordo com o que foi decidido entre ambas as partes.

Também chamado de Acordo de Nível de Serviço – ANS, na sua tradução para nosso idioma, o SLA especifica, em detalhes, todos os aspectos relacionados ao tipo de serviço contratado: prazos, qualidade, valores etc.

No artigo de hoje, vamos ver como o SLA pode contribuir para a melhoria dos seus serviços de transporte. Por exemplo, alguns itens que podem – e devem – figurar no Acordo:

  • Objetivos do SLA;
  • Descrição do serviço e duração;
  • Prazos de entrega das encomendas;
  • Forma como se solucionam ocasionais problemas;
  • Cláusulas de cancelamento do contrato;
  • Informes de andamento;
  • etc

Dados importantes e cálculo de métricas

A medição dos resultados depende em grande parte – ou até mesmo em sua totalidade – do registro dos dados gerados por um procedimento. No caso dos transportes, o SLA pode definir quais são as informações que devem ser registradas e informadas para garantir que o serviço seja feito como se espera.

 

Nem tudo é culpa da transportadora

Em alguns momentos, podem acontecer alguns imprevistos que não tenham necessariamente a ver com a transportadora contratada. Considere a possibilidade de falhas de terceiros, como os clientes – dados incorretos na nota fiscal ou perda da mesma. Isso pode levar a carga a ser retida em eventuais controles. Resultado: atraso na entrega.

Também não é raro deparar-se com situações onde o cliente simplesmente não estava em casa e não havia ninguém para receber a encomenda. Também podem acontecer de o destinatário não ter espaço para a mercadoria e tantas outras particularidades possíveis.

Ou seja, o SLA pode dedicar alguns pontos a esclarecer como proceder nestes casos, quando nem o contratante nem o contratado têm necessariamente responsabilidade. Em momentos assim, as outras entregas podem ser prejudicadas por algo alheio e é interessante ajustar os parâmetros e tolerâncias de acordo com imprevistos desta natureza.

Indicadores Específicos

Entre os indicadores relacionados à gestão de fretes, podemos destacar:

OTIF – On Time, in Full: indicador que mostra a quantidade de pedidos entregues de forma correta (itens + especificações) e no prazo. Ou seja, entregar tudo sem problemas e na data combinada.

OTD – On Time Delivery: Mais simples que o caso anterior, define quantas entregas foram feitas no prazo. Muito útil para analisar o tempo dedicado a separar e expedir as encomendas.

OTP – On Time Processing: refere-se ao tempo completo que foi usado para processar um pedido, começando a contar na hora em que está disponível para ser separado até o momento em que é expedido.

Em conjunto com ferramentas de automação de controle como softwares para gestão estratégica, o Acordo de Nível de Serviços é importantíssimo para que fornecedores possam analisar a qualidade dos serviços que oferecem. Do lado do contratante, ajuda a estabelecer exatamente o que é necessário cumprir. O SLA é conveniente para ambos os lados e ajuda a construir relações transparentes e funcionais.

 

 

,

Conselhos para otimizar a gestão logística da sua transportadora

A gestão da logística dos transportes não é uma tarefa simples. Diversos processos incidem sobre a cadeia de distribuição e, sem que haja controle ponto a ponto, podem ocorrer desvios e consequentes atrasos e outros tipos de problemas que de uma forma ou de outra precisam ser corrigidos. Por outro lado, sempre que a logística é gerenciada eficazmente, a organização melhora seus resultados e ganha competitividade.

Mesmo assim, sem os devidos processos de controle, a eficiência acaba sendo prejudicada. A gestão logística precisa acompanhar as operações, identificar os problemas, buscar soluções, e, resumindo, procurar melhorar o processo continuamente. No artigo de hoje, vamos ver alguns conselhos para otimizar o controle da sua rotina de transportes.

#01 Custos Logísticos

Uma gestão de transportes eficiente controla em detalhes todos os custos logísticos envolvidos. Atualizar tabelas de valores, gastos com estoque, manutenção e outros custos devem figurar em controles acessíveis a todos os envolvidos. Além dos cálculos necessários para os fretes já contratados, também é preciso prever investimentos futuros.

Controlar as operações de transporte já não consome tantos recursos como antes. As novas tecnologias facilitam o controle em tempo real, algo que dá mais solidez ao transporte em si e facilita a tomada de decisões caso aconteça algum desvio. O importante é estar sincronizado com qualquer ocorrência possível.

#02 Planejamento de Demandas

Para evitar o risco de fazer entregas com atraso é importante planejar previamente a capacidade de operação com base no histórico das demandas. Ou seja, é importante analisar os mesmos períodos de anos anteriores para entender como funciona a sazonalidade do mercado. Informações são dados úteis que precisam ser interpretados em prol da eficiência.

#03 Automatização de processos

Empresas de transportes contam com um poderoso aliado: a automatização de processos. Quanto mais se elimine a necessidade de controlar cada passo manualmente, mais se libera tempo para outras atividades e minimiza-se a possibilidade de que incida o fator humano em erros.

Por exemplo, a rotina de carga e descarga pode ser controlada através da leitura de códigos de barras, que já lança automaticamente no sistema todo o fluxo de mercadorias. O uso de tecnologias móveis também facilita o trabalho dos motoristas, que podem atualizar o andamento do transporte através de aplicativos.

#04 Fretes Planejados

O ideal é que cada entrega seja planejada com antecipação. Aspectos como a distribuição, destino das cargas, modal mais adequado, eventual necessidade de terceirização e outros aspectos sejam considerados. Empresas que já contem com processos automatizados têm mais facilidade de prever necessidades pois contam com ferramentas para estimar demandas.

#05 Entregas Personalizadas

A partir do histórico de pedidos dos clientes, é possível prever a frequência futura de demandas. Assim, estas estimativas facilitam a identificação de momentos onde você pode estabelecer parcerias ou contratar mais recursos para cumprir com todas as obrigações. Também dá para criar setores diferentes no estoque que atendam a pedidos solicitados com mais frequência e facilitar o despacho destes itens.

#06 Controles em um só lugar

Empresas que têm, à sua disposição, dashboards para acompanhamento centralizado de processos – possibilidade que os ERPs costumam oferecer – permitem que os gestores possam efetuar ajustes logísticos com mais rapidez. Isso contribui para que se minimizem os problemas de distribuição e suas consequências diretas, como ter a imagem institucional prejudicada frente aos clientes.

Se sua empresa se encontra em busca de ferramentas que ajudem a controlar a cadeia logística, a Logical Minds está à disposição para fornecer todos os recursos necessários para uma gestão mais eficiente. Visite nossa página e conheça nossos serviços. Além disso, naturalmente, sinta-se livre para entrar em contato com um de nossos assessores.

,

Tecnologia no Transporte de Cargas: Você está fazendo isso certo?

O uso da tecnologia no transporte de cargas tem sido um grande diferencial para gerar competitividade no setor. O fortalecimento de ferramentas de gestão próprias para este segmento de mercado contribui diretamente para elevar os lucros e manter a saúde financeira das empresas.

Dentre as soluções em gestão logística de fretes, podemos citar como as mais importantes o TMS, o WMS, o rastreamento e a roteirização. Neste post, você vai saber o que essas ferramentas podem fazer por você. Seguimos?

TMS – Sistema de Gerenciamento de Transportes

Lidar com vários tipos de cargas, veículos e destinos diariamente tem um alto nível de dificuldade. O planejamento dos transportes deve ser o mais eficaz possível visando maximizar sua margem de lucro.

Se deixado nas mãos de um profissional sem o auxílio de qualquer ferramenta tecnológica, o gerenciamento de transportes está sujeito às falhas humanas normais, como preferência por rotas conhecidas, esquecimento de uma etapa do processo e até precificação incorreta.

Com a ajuda de um software de gestão logística, você não corre esse perigo. Todos os parâmetros são inseridos no sistema e ele mesmo calcula custos, distâncias, emite relatórios, seleciona as informações e dá o suporte para um transporte mais competitivo.

WMS – Sistema de Gerenciamento de Armazéns

A segunda tecnologia no transporte de cargas que você não pode deixar de considerar é o WMS, solução que permite controlar toda a movimentação de mercadorias dentro do seu armazém.

Do recebimento de cargas até a entrega ao cliente final, você pode prever e planejar sua operação com maior eficiência, ganhando em qualidade, satisfação e retorno sobre o investimento.

Roteirização

A roteirização impacta diretamente na performance da sua transportadora, o que se reflete em satisfação dos clientes e redução de custos operacionais, se ela estiver sendo feita da maneira correta.

Uma ferramenta de roteirização auxilia a identificar qual é o melhor veículo para cada tipo de carga, considerando fatores que limitam o transporte, tais como: metragem cúbica da carga, peso e valor a ser transportado.

Outra questão de suma importância que pode ser resolvida com um sistema de roteirização é o deslocamento dos seus veículos, já que determinadas cargas e veículos só podem trafegar em horários específicos tanto no trajeto urbano quanto nas rodovias.

Por fim, um roteirizador também considera a montagem da sua carga dentro do veículo de transporte, tendo em conta a prioridade das entregas e a ordem de carregamento, o que se refletirá em maior eficiência no momento de distribuir os produtos entre os consumidores finais.

Rastreamento

Manter a carga em segurança é uma das maiores preocupações das transportadoras, certo? Não é difícil ouvirmos experiências com roubos e assaltos, carrocerias tombadas e prejuízos. É por essa razão que sempre devemos ter seguros condizentes com os produtos que estão sendo transportados.

Mas, além disso, um mecanismo de segurança que pode e deve ser utilizado é o rastreamento dos produtos via dispositivo mobile. Com a tecnologia certa, você sabe onde a carga está, se ela já foi entregue ou não, quando será a nova tentativa de entrega, se houve alguma avaria no transporte, ou o tempo previsto para que ela seja entregue ao destinatário.

Uma vez que a entrega tenha sido realizada, você tem acesso ao comprovante de entrega on-line, em tempo real, o que facilita e agiliza o controle da sua transportadora e aumenta a segurança sobre os produtos transportados.

E aí, você está usando a tecnologia no transporte de cargas corretamente? Precisa de uma solução personalizada para o seu negócio? Entre em contato!