Gestão de transporte eficiente: 7 práticas para otimizar custos

Otimizar os custos logísticos para uma gestão de transporte eficiente. Esse é o grande objetivo de todas as empresas de transporte!

Afinal, qual empresa não quer reduzir as despesas, aumentar o lucro e melhorar o desempenho do seu negócio?

Mas para alcançar uma operação logística de sucesso, portanto, é preciso adotar algumas medidas que vão aprimorar os resultados e, consequentemente, aumentar a competitividade da empresa.

E os cuidados para a prestação de um serviço de qualidade ao cliente final vão desde traçar a melhor rota até cumprir os prazos de entrega. Para isso, há soluções como software, por exemplo, que são estratégicas para as empresas conseguirem seus resultados esperados.

Pensando nisso, nós preparamos 7 práticas para a sua empresa começar agora mesmo a otimizar custos logísticos em busca de uma gestão de transporte eficiente.

Confira!

Boa leitura!

 

1. Investir em tecnologia

A primeira prática para otimizar custos na gestão de transportes é investir em tecnologia!

A automatização dos processos logísticos promove melhorias nos métodos de trabalho, aumentando a produtividade da equipe que passa a se concentrar em tarefas mais estratégicas.

E esses processos mais eficientes ajudam aumentar os resultados.

Quer saber como?

Com um sistema de gestão eficiente é possível:

  • Reduzir custos
  • Monitorar todo o processo logístico
  • Otimizar rotas
  • Controlar e monitorar o frete
  • Diminuir a incidência de erros, retrabalho
  • Ter relatórios com dados estratégicos para decisões assertivas

Para isso, há softwares como o TMS que fazem todo o gerenciamento do transporte.

A seguir confira as próximas práticas para otimizar os custos e ter uma gestão de transporte mais eficiente.

 

 

2. Planejar ações dentro da gestão logística de transporte

O planejamento de ações é o segundo passo para a gestão eficiente que a sua empresa precisa.

E a tecnologia também é aliada do planejamento, uma vez que com os dados gerados nos sistemas automatizados de gestão de transportes, os gestores passam a tomar decisões estratégicas para a redução de custos, por exemplo.

Assim, o planejamento é uma etapa fundamental para saber exatamente onde a empresa pode cortar gastos sem comprometer a produtividade, a eficiência e a qualidade do negócio.

Com a tecnologia e um plano de negócio bem estruturado, todas as operações da empresa estarão integradas e isso vai permitir traçar ações efetivas e estratégicas desde a produção até a entrega do final.

Assim, você terá em mãos, antecipadamente, tudo o que vai ser preciso para o melhor gerenciamento de fretes e entregas.

 

3. Otimizar e monitorar as rotas

A terceira dica para reduzir os custos é: otimizar as rotas.

E essa etapa é uma das mais importantes para garantir o sucesso na gestão de transportes. Com um sistema operacional eficiente, é possível otimizar as rotas.

Cada trajeto precisa ser bem planejado para que tudo ocorra dentro do previsto: no menor tempo e com o menor custo possível.

Com o software – sistema de gestão de transporte automatizado -, você simula as melhores rotas e tem informações em tempo real sobre as condições de tráfego.

Assim, a gestão de rotas é um grande exemplo de como reduzir os custos e desperdícios na entrega – seja de combustível ou tempo –  de forma eficiente, sem prejuízos com relação ao prazo e à qualidade do processo.

Essa gestão inclui ainda o monitoramento constante das rotas, identificando mudanças que podem ser feitas a qualquer momento.

 

4. Realizar manutenções preventivas dos veículos

A quarta prática para que sua empresa consiga otimizar custos é fazer sempre a manutenção preventiva.

Como o próprio nome sugere, a manutenção preventiva identifica possíveis problemas nos veículos. Assim, é menor possibilidade de ocorrer uma avaria ou defeito em trânsito e o gasto com isso ser alto.

Ao evitar esses problemas, há uma redução de custos uma vez que menos veículos ficarão sem rodar por mais tempo.

A manutenção preventiva, portanto, permite uma série de medidas que evitam grandes prejuízos – de tempo e dinheiro.

 

5. Treinar os motoristas da empresa de transportes

O quinto passo para a otimização de custos é o treinamento da equipe de motoristas.

Não adianta nada ter uma gestão eficiente de transporte com relação às novas metodologias de trabalho e maior controle de cada etapa do processo sem que as pessoas não se empenhem para colaborar com essas mudanças.

A otimização do custo da frota também passa pelos motoristas. Afinal, são eles que lidam, na prática, com algumas questões como: cuidados na direção, desgaste dos veículos, calibragem etc.

 

6. Estimular a produtividade da equipe

A penúltima prática que vamos destacar neste post é estimular a produtividade de toda a equipe para uma gestão de transporte eficiente.

E como isso pode ser feito?

Com o uso da tecnologia, conforme sugerimos na primeira prática, os colaboradores estarão focados em tarefas mais estratégicas. Isso já é um super incentivo à produtividade!

E o que mais pode ser feito para que a equipe tenha um melhor rendimento?

Com o software de gestão logística, a equipe terá acesso aos dados e às principais informações de todo o processo de transporte da empresa. Assim, os setores da empresa estarão integrados, aumentando a produtividade e o desempenho da companhia frente à sua concorrência no setor de transporte.

Com os dados do sistema, a equipe vai conseguir, por exemplo, tomar decisões focadas na gestão de entregas com base na redução de custos, que é o grande objetivo das empresas hoje em dia.

Essa prática, portanto, está alinhada ao bom uso dos sistemas de gestão de logísticas que já falamos anteriormente.

 

7. Controlar os custos

Por fim, vamos ressaltar a importância do controle de custos durante todo processo de gestão de transportes.

Com a análise dos resultados do sistema automatizado, o gestor consegue identificar como os recursos estão sendo aplicados e decidir cortar os gastos desnecessários.

Esse trabalho de avaliação das despesas deve ser feito constantemente para que a empresa invista em melhorias no bom uso dos recursos, alcançando o resultado que tanto almeja.

Como você viu até aqui, descrevemos sete práticas simples para otimizar os custos do transporte em sua empresa em busca de uma gestão de transporte eficiente.

A sua transportadora já tem adotado essas práticas?

Se sim, conte para a gente como está sendo esse processo nos comentários abaixo. Mas se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto ou quer saber mais como funciona o software de gestão logística, entre em contato conosco!  A Logical Minds tem a solução personalizada que a sua transportadora precisa.

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

Meios de pagamento eletrônico: conheça os motivos para implantar em seu negócio

É impossível ter um e-commerce sem oferecer um meio de pagamento eletrônico, não é mesmo? Afinal, estamos falando da própria sustentabilidade do negócio.

Mas um dos grandes desafios enfrentados pelo comércio virtual é ganhar a confiança do consumidor com relação ao pagamento online.

Neste contexto, cresceu bastante o mercado de meios de pagamento eletrônico no Brasil. Hoje em dia, há muitas empresas de pagamentos online e a dúvida é grande sobre qual tipo de pagamento é a melhor opção para o negócio, em todos os sentidos.

O mais importante é que a transação financeira transmita segurança para o consumir, além de ser ágil e econômica para o comerciante.

De qualquer maneira, antes de escolher qual meio de pagamento a sua empresa vai adotar – seja por um intermediador de pagamento ou gateway de pagamento – é importante compreender as vantagens e desvantagens entre eles.

Com este post, vamos esclarecer quais são os motivos para implantar a melhor solução de meio de pagamento para o sucesso do seu negócio!

Boa leitura!

#Entenda como funciona um intermediador de meio de pagamento?

É claro que você já conhece pelo menos um dos grandes intermediadores de meio de pagamento eletrônico, tais como Paypal, Pagseguro, Moip ou Mercado Pago, não é mesmo?

Mas para que eles servem e o que eles fazem? Resumidamente, podemos dizer que eles são plataformas independentes que fazem a intermediação entre cliente, adquirente e lojista – oferecendo várias opções de pagamento.

Muito utilizada por pequenas e médias empresas, essa forma de pagamento não envolve contrato direto do lojista com instituições financeiras. Basta fazer o cadastro na plataforma e informar a conta bancária e um número de cartão de crédito.

Mas uma desvantagem dessa modalidade de pagamento é o redirecionamento do site da loja para o portal do intermediador, o que causa um desconforto para o usuário e o pior: a cobrança de taxas sobre as vendas nessa modalidade são maiores do que as dos gateways de pagamento.

No tópico abaixo, vamos explicar justamente sobre essa outra modalidade de meio de pagamento: o gateway.

 

#O que é um gateway de pagamento?

O gateway de pagamento é a plataformas que conecta seu e-commerce diretamente às operadoras de cartão de crédito e aos bancos, ou seja, é a sua maquininha de cartão personalizada no mundo virtual ou digital.

Ou ainda podemos dizer que é um software que processa diversos pagamentos online (cartão de crédito, boleto ou débito em conta).

Assim, sem um intermediador, você consegue taxas mais baixas. Outra vantagem é que, com essa solução, seu cliente não é levado a uma página de terceiros como ocorre quando o pagamento é controlado por intermediário.

A seguir, vamos explicar outros importantes benefícios do gateway para a sua empresa estar à frente da concorrência.

 

#Saiba porque um gateway de pagamento é a melhor solução para a sua empresa

Outras vantagens do gateway são:

  • Pagamento simples e eficiente, gerando mais conversão de vendas
  • Agilidade nas transações: o tempo de aprovação de compra é reduzido
  • Opções de diversos pagamentos: de acordo com os contratos que você escolher fechar com as instituições bancárias
  • Redução de custos com a negociação de taxas menores – se comparadas às taxas dos intermediadores
  • Personalização para aceitar pagamentos do exterior, parcelamento sem juros ou via telefone
  • Mais segurança para o consumidor: menos abandono do carrinho de compras, já que a transação é feita dentro da sua própria loja virtual
  • Gera relatórios: importante para uma visão estratégica e avaliação do desempenho do negócio

Com tantos benefícios, não há dúvidas de que o gateway de pagamento é a melhor opção para o seu e-commerce!

Portanto, ter um gateway é um importante investimento para gerar mais lucro e reduzir custos, garantindo o crescimento do seu negócio. E mais: levando a segurança que o seu cliente precisa.

Se você quiser ler mais sobre esse assunto, acesse: gateway x intermediadoresdepagamento

Agora uma pergunta: a sua empresa ainda não tem um software de pagamento?

Então, entre em contato conosco. A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua empresa.

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

A importância do Data Mining para a tomada de decisões

O Data Mining é uma realidade em seu negócio? Saiba a importância dessa ferramenta que traz muitas vantagens competitivas.

Você sabe muito bem que as empresas lidam, atualmente, com um volume gigantesco de informações que ficam armazenadas em bancos de dados digitais, não é mesmo?

E como extrair os dados mais relevantes que podem ajudar na tomada de decisões estratégicas das empresas? É exatamente aí que entra o Data Mining ou mineração de dados, como também é conhecida.

Assim, essa exploração minuciosa de dados vai criando valor para o seu negócio, uma vez que ela busca oportunidades e/ou identifica problemas por meio de um diagnóstico do comportamento do mundo dos negócios.

E como sua empresa ganha com isso? É simples. Conhecimento é tudo, não é mesmo? Então, ter em mãos todo esse conhecimento consolidado e validado estrategicamente é a chave do sucesso, principalmente sabendo utilizá-lo da melhor forma, trazendo vantagens.

Se você tiver se interessado por esse assunto e quiser aprender mais, continue a leitura e veja como essa ferramenta pode contribuir positivamente para a sua empresa, tornando-a mais mais competitiva!

Boa leitura!

 

#O que é Data Mining?

Antes de avançarmos no assunto, vamos retomar o conceito de Data Mining.

Resumidamente, pode-se dizer que Data Mining, ou mineração de dados, é um processo de conversão de dados brutos em informações estratégicas.

Mas você deve estar se perguntando como isso é feito exatamente, não é mesmo?

Vamos lá!

Por meio de um software específico, são coletados e armazenados dados eficazes e importantes para as empresas. Essa ferramenta analisa esses dados – através de algoritmos – de acordo com o que os usuários/consumidores fazem (padrões de comportamento), criando classes ou segmentação de informações.

 

#Qual a importância da Data Mining para sua empresa?

Agora vamos um pouco além: qual é a finalidade dessa pesquisa de dados?

O objetivo dela está alinhado ao foco de toda empresa: aumentar vendas e reduzir custos.

E ainda: com os dados coletados, as empresas aprendem mais sobre seus clientes, bem como quais estratégias de marketing precisam desenvolver para o sucesso do seu negócio.

São três etapas desse processo: exploração, construção do “padrão” e validação.

Na prática, o Data Mining aproveita o conhecimento extraído de todo patrimônio digital.

Com isso, as empresas podem aplicar esse conhecimento de várias formas.

Quer saber como? Ela é usada para:

  • Segmentar/classificar seus clientes com base no potencial de compra para oferecer ofertas específicas etc.
  • Classificar os clientes como bons ou maus pagadores
  • Identificar vendas de produtos específicos em determinado período e, assim, oferecer produtos associados
  • Fazer previsão das tendências do mercado
  • Antecipar crises
  • E muito mais!

Ou seja, com tantas informações, sua empresa fica à frente da concorrência!

Agora entenda, no próximo tópico, a relação do Data Mining com o Big Data.

 

#Entenda como o Data Mining pertence ao universo Big Data

Com o avanço tecnológico, foi criado um grande universo de dados disponíveis na internet chamado Big Data.

Já o Data Mining, como vimos, é um método utilizado para extrair esses dados essenciais desse universo.

Quando extraídos, eles são organizadas, ou seja, são transformados em informação de qualidade, que é justamente o que uma empresa precisa para a tomada de decisões estratégicas.

Agora você já sabe como o Data Mining pode contribuir para o seu negócio, não é mesmo?

Mas se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto ou se o Data Mining ainda não é aplicado ao seu negócio, entre em contato conosco!  A Logical Minds tem a solução personalizada que a sua empresa precisa. Ou se você já utiliza essa ferramenta, compartilhe conosco a sua experiência comentando abaixo.

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

E-procurement versus e-commerce: diferenças e benefícios

É bastante comum haver uma certa confusão entre os termos e-procurement e e-commerce. Mas saiba que eles são diferentes.

Enquanto o e-commerce é o processo de compra e venda pela internet, ou seja, o chamado comércio eletrônico, o e-procurement é a automatização de todo o processo de compras de uma empresa.

O e-procurement, portanto, pode ser a solução estratégica que sua empresa precisa para gerar mais resultado, garantindo, inclusive, a redução de custos. Afinal, não há dúvidas de que comprar de forma inteligente traz bons resultados, não é mesmo?

Se antes o processo de compras era burocrático, manual e nada estratégico, com a tecnologia, tudo ficou mais simples e ágil.

Neste post, vamos esclarecer as diferenças entre esses conceitos e falar sobre os benefícios do e-procurement para a sua empresa se destacar no mercado.

Boa leitura!

 

#Saiba o que é e-commerce

E-commerce , em inglês, é o mesmo que comércio eletrônico.

O e-commerce, portanto, é um modelo de transação comercial em plataformas eletrônicas, tais como computadores, smartphones ou tablets.

Ou seja, um processo de compra e venda online muito utilizado por várias empresas hoje em dia.

Entenda agora, no próximo tópico, o significado de e-procurement, que é bastante confundido com o e-commerce.

 

#O que é e-procurement?

E-procurement (ou: o mesmo que aquisição) é o nome do processo de compras online de materiais e matérias-primas entre empresas. Ou seja, o termo significa a automação desse processo de compras B2B.

É, portanto, uma ferramenta que facilita a gestão de compras nas empresas. Uma solução inteligente que transforma o modo de como são feitas as negociações e as aquisições atualmente.

Com essa plataforma eletrônica, tudo passa a ser padronizado, controlado com eficiência – desde a solicitação de compra ao pagamento, garantindo menos riscos como o desabastecimento, por exemplo, menos custos e mais resultados.

É a automação do fluxo de negociações da área de Compras.

Dessa forma, os gestores passam a se preocupar apenas com áreas mais estratégicas dos negócios, como, por exemplo, o relacionamento com fornecedores e a prospecção de novos.

 

#Quais são as as diferenças entre o e-commerce e o e-procurement?

Como já dissemos, ao contrário do e-commerce, que permite apenas a compra e a venda online, o e-procurement engloba desde a prospecção de fornecedores até o fechamento do processo de compras.

Mas, atenção, é importante ter e-procurement integrado ao e-commerce para reduzir os custos de aquisição de matérias-primas e suprimentos.

Importante! Vale ressaltar que o e-procurement ainda pode ser integrado ao software ERP que a sua empresa já deve utilizar. Assim, não só a área de compras, mas todas as áreas estarão integradas.

E os sistemas de e-procurement integrados aos softwares ERPs, por exemplo, também podem ser integrados a plataformas e-commerces.

Ou seja, tudo estará estrategicamente interligado.

Saiba mais sobre os benefícios do e-procurement para a sua empresa no tópico abaixo.

 

#Vantagens do e-procurement para a sua empresa

São muitas as vantagens do e-procurement que envolvem todo o negócio de uma empresa.

Veja quais são as principais delas:

  • Redução de custos nas compras
  • Permite a busca por novos fornecedores, aumentando a concorrência
  • Economia de tempo com a automatização do processo
  • Mais controle de todo processo
  • Menos riscos nas operações de compra, mais segurança
  • Visão estratégica a partir dos dados gerados no sistema
  • Gestão de relacionamento com os fornecedores, melhoria do atendimento ao cliente
  • Mais eficiência em toda a gestão de compra da empresa

Como você já viu até agora, o processo de compras é o início da cadeia de suprimentos. Então, o sucesso de uma empresa começa justamente nessa etapa.

Dessa forma, é preciso que ela seja cada vez mais eficiente, trazendo inúmeros benefícios para o seu negócio.

Agora você já sabe que o e-procurement representa a vantagem competitiva, ou seja, é o futuro do setor de compras da sua empresa.

Se a sua empresa ainda não adotou essa plataforma ou se você tem alguma dúvida ainda sobre esse assunto, entre em contato conosco. A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua empresa.

Ou comente aqui como sua empresa tem lidado com a gestão de compras.

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

Supply Chain Management: a importância da integração da cadeia logística

Como é a  gestão da cadeia de suprimentos na logística de sua empresa? Essa é uma questão de fundamental importância para os negócios. Afinal, além de manter o relacionamento com os clientes, é preciso organizar toda a parte dos fornecedores para que a organização alcance seus objetivos.

Também conhecida como Supply Chain Management (SCM), a gestão da cadeia de suprimentos vai fazer com que tudo funcione perfeitamente: do armazenamento da matéria-prima à entrega final do produto. E ainda: vai otimizar todos os processos, reduzindo custos.

Então, se essa gestão estratégica da cadeia de suprimentos ainda não for uma realidade em sua organização, não perca mais tempo!

Neste post, vamos falar exatamente sobre a importância dessa integração da cadeia logística para o sucesso da sua empresa.

Boa leitura!

 

#Saiba o que é Supply Chain Management (SCM)

O termo Supply Chain, em inglês, é o mesmo que cadeia de suprimentos.

A gestão da cadeia de suprimentos, portanto, significa a organização e o planejamento de uma rede interligada de negócios: desde o armazém até a entrega final.

Em outras palavras, a cadeia de suprimentos alinha/sincroniza todas as atividades de logística dos processos de compra, armazenamento, embalagem, transporte e distribuição. É importante ressaltar que ela também pode representar o planejamento estratégico de fluxos de serviços, finanças ou informações de uma empresa e não só o de matéria-prima.

Assim, uma boa gestão da cadeia de suprimentos traz uma série de vantagens para as empresas, sendo a satisfação dos clientes a maior delas, uma vez que tudo será feito da melhor forma possível: entregas no prazo, na quantidade certa etc.

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

 

 

#Como funciona a gestão da cadeia de suprimentos ou Supply Chain Management (SCM)?

Com foto em qualidade, otimização e redução de custos, é feita uma integração de todas as etapas da cadeia de suprimentos, oferecendo ao cliente o produto de acordo com sua expectativa.

A falta de planejamento é o maior problema de uma cadeia de suprimentos. Mas quando a gestão é feita de forma assertiva todos os processos são organizados por meio de métodos que minimizam os erros, evitando riscos para as organizações.

Vale frisar que essa integração só ocorre de fato com o envolvimento e esforço conjunto de todos os setores da empresa. Muito além de organizar fluxos de atividades e processos, é preciso compartilhar informações estratégicas, bem como adotar políticas conjuntas de compliance.

 

#Quais são as principais vantagens da gestão da cadeia de suprimentos ou Supply Chain Management (SCM)?

Além da satisfação do cliente, uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos traz inúmeras vantagens.

Algumas delas são:

  • Mais segurança e agilidade na tomada de decisões e nas entregas
  • Mais controle e qualidade no fornecimento (seleção de fornecedores)
  • Integração de todas as áreas e fluxos de atividades da empresa (mapeamento dos processos)
  • Organização das compras de materiais e insumos
  • Controle total da produção
  • Controle do transporte e entrega
  • Automatização de processos (minimizando erros e retrabalho)
  • Redução de estoque devido ao maior planejamento
  • Controle e redução de custos

#Tecnologia na gestão da cadeia de suprimentos ou Supply Chain Management (SCM)

Você sabia que o uso de um software de gestão, o ERP, auxilia todos esses processos que precisam estar integrados e que já citamos anteriormente neste post?

Mas, atenção, para obter mais eficiência e agilidade em seus processos, é essencial que sua empresa tenha um único sistema de gestão para a cadeia de suprimentos.

O investimento no software ERP é, portanto, indispensável à gestão estratégica da cadeia de suprimentos.

Agora que você já sabe tudo sobre a gestão da cadeia de suprimentos, não restam dúvidas que ela deve ser implementada em sua empresa para que seus objetivos sejam alcançados, não é mesmo?

Assim, a cadeia logística passa a ser um diferencial competitivo do seu negócio, não é mesmo?

Afinal, estamos falando, além de vários benefícios, de redução de custos e entregas no prazo – o que corresponde à satisfação do cliente lá na ponta dessa cadeia.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse assunto, entre em contato conosco. A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua empresa.

Ou comente aqui como sua empresa tem lidado com essa gestão da cadeia de suprimentos ou Supply Chain Management (SCM).

Transformação digital: conheça os estágios para implementar em sua empresa

A transformação digital já é realidade em sua empresa? Saiba como implementá-la passo a passo.

Você já sabe muito bem sobre a importância da transformação digital, certo?

Já falamos aqui mesmo neste blog sobre esse assunto que vai muito além do uso de novas tecnologias: é um um nova forma de encarar os negócios e as operações com uma visão repaginada sobre o processo gestão.

Mas agora vamos avançar mais e falar sobre como implementar a transformação digital em sua empresa.

Se essa ainda não for uma realidade em sua empresa, esse post é para você!

Com este artigo, você vai saber quais são os estágios para que a transformação digital faça parte das atividades empresariais da sua companhia: uma estratégia para alcançar o sucesso!

Boa leitura!

 

#O que é a transformação digital?

Antes de avançarmos nas dicas, vamos retomar rapidamente o conceito da transformação digital.

Mudança. Essa é a palavra-chave. Mudar radicalmente a forma de como desenvolver projetos e processos de gestão, novos produtos e serviços, de como e relacionar com os fornecedores e entregar serviços e valor ao cliente… Eis a questão!

E, claro, a base desse novo modo de agir e pensar é a tecnologia, que vai facilitar tudo isso.

Transformação digital é investir em TI e colher os resultados para que a empresa continue atuante no mercado. Todas as decisões passam a ser estratégicas.

Acompanhe no próximo tópico a importância dessa tendência do mundo online.

#Qual a importância da transformação digital para sua empresa?

Agora que você já relembrou sobre a importância da transformação digital, veja quais são as principais vantagens desse processo para a sua empresa se tornar cada vez mais competitiva:

– Agilidade e modernização de processos

– Mais produtividade

– Capacidade de mudança e transformação do negócio

– Redução de custos e da complexidade operacional

– Auxílio para tomada de decisões estratégicas

– Rapidez na realização das atividades e processos

E como vai funcionar, na prática, a transformação digital?

É o que você vai descobrir no tópico a seguir.

#Como implementar a transformação digital em sua empresa?

Além da importante decisão tomada e dos investimentos feitos para que a transformação digital seja uma realidade na organização, é preciso elaborar um plano e segui-lo passo a passo, definindo objetivos, metas e propondo melhorias.

Vamos lá?

1. Contrate um parceiro/empresa especialista no assunto

2. Quebre paradigmas: a transformação digital só é feita com mudanças

3. Identifique as tendências de inovação e tecnologia mais adequadas à realidade de sua empresa e escolha as prioritárias

4. Defina ações e metas de acordo com a estratégia da empresa

5. Implemente os novos processos internos de gestão, bem como as ações estratégicas como novos serviços e/ou produtos (se for o caso)

6. Adote uma cultura de modernização para que a transformação digital seja um processo contínuo

 

As métricas de TI são fundamentais para entender onde sua empresa está acertando ou errando. Entenda como usá-las! Baixe grátis o ebook.

 

Como vimos, a transformação digital envolve muitos aspectos: tecnologia/inovação, processo, pessoas e valores – que são as vantagens competitivas.

É muito mais do que entender os conceitos e/ aplicar alguma ou outra novidade tecnológica, tais como: big data, acesso remoto, serviço em nuvem, Internet das coisas, mobilidade, análise de dados ou mobilidade.

Adotar a transformação digital, portanto, é investir na inteligência e no futuro de sucesso do seu negócio.

Então, se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto ou se transformação digital ainda não faz parte de sua empresa, entre em contato conosco!  A Logical Minds tem a solução personalizada que a sua transportadora precisa.

Compliance em TI: estratégia para tornar a empresa mais eficaz

A sua empresa age em conformidade com as leis e regulamentos internos e externos de acordo com a sua área de atuação?

Afinal, são muitas imposições regulatórias com as quais as empresas devem se preocupar para evitar penalidades e prejuízos de diversas formas, desde multas até a reputação da empresa que pode ser afetada.

Portanto, é preciso ter o controle eficaz de cada processo interno. Ou seja, adotar uma gestão de risco.

E ainda: adotar as melhores práticas para cada setor é fundamental para atingir bons resultados.

Então, sua empresa não vai querer correr esses riscos, não é mesmo?

Para isso, saiba que o compliance em TI pode ser a estratégia para tornar a sua empresa mais eficaz.

É sobre isso que vamos abordar neste post. Acompanhe!

Boa leitura!

 

#O que é compliance?

Antes de abordamos sobre compliance em TI, vamos entender o que quer dizer esse termo.

Compliance é originário do verbo to comply (em inglês) e significa: agir de acordo com uma regra, uma instrução interna, um comando ou um pedido.

“Estar em compliance”, portanto, é o mesmo que estar em conformidade com leis e regulamentos externos e internos. Quer dizer: cumprimento fiel às leis.

Então, um empresa age em conformidade legal quando atende aos normativos dos órgãos reguladores, de acordo com as suas atividades desenvolvidas – bem como os seus regulamentos internos.

Agora que você já sabe o que é compliance, continue a leitura para saber mais sobre compliance em TI.

#Por que a sua empresa deve adotar o Compliance?

Muito além de interpretar as leis que regulam suas atividades, as empresas precisam ter um rigoroso controle interno, prevenindo os riscos operacionais.

Afinal, basta um erro ou falha para que a empresa seja punida, não é mesmo? Como consequência disso aparecem multas, restrições legais, punições judiciais etc. Tudo isso ainda pode afetar a reputação de uma instituição.

Então, para garantir que a empresa esteja em conformidade, é preciso dominar e ter o conhecimento do negócio, de todos os processos: interna e externamente.

E mais: além de manter as informações seguras para o seu negócio, as organizações precisam comprovar para o mercado que adotam as boas práticas. Mais uma vez, portanto, as organizações precisam de fato estar em conformidade, ou em compliance.

Não há mais dúvidas mais sobre a importância do compliance, certo? Agora continue a leitura para você ficar por dentro das vantagens de agir em conformidade com as leis.

 

#Vantagens do Compliance para a sua empresa?

Ao estar em compliance com os requisitos impostos, a organização destaca-se e recebe o reconhecimento do mercado, o que é uma vantagem competitiva.

Uma empresa que monitora suas tarefas permanentemente demonstra seu comprometimento com a legalidade de seus processos e a satisfação de seus clientes.

Mas é importante que as atividades de compliance estejam alinhadas aos objetivos estratégicos da organização, bem como sua missão, visão e valores. E justamente por meio das ferramentas de compliance uma empresa alcança seus objetivos estratégicos.

O compliance em TI , portanto, favorece a visão estratégica da sua empresa, dando o suporte necessário para outras tarefas e departamentos.

Por meio dele é fácil obter redução de custos, e evitar o retrabalho, por exemplo. Além de ser uma forma de garantir a produtividade dos colaboradores focando apenas em suas tarefas essenciais e, com isso, a empresa passa a ter mais sucesso.

As principais vantagens do compliance são:

  • Prevenção, gestão de risco
  • Credibilidade para o mercado
  • Eficiência: ganho em qualidade dos serviços
  • Controle interno, gerenciamento
  • Visão estratégica
  • Economia: diminui gastos com prejuízos, multas, retrabalho
  • Melhorias contínuas

Depois de  tudo que já foi abordado nesse artigo, podemos resumir que  compliance é uma ideologia. Ela, portanto, deve ser incorporada por todos os colaboradores dentro de uma companhia.

Os programas de compliance existem justamente para garantir que a empresa esteja legal.

E não cumprir as leis e regras é um risco não apenas para a imagem da organização como também para a vida da instituição: sua validade no mercado.

É ou não é uma valiosa ferramenta para a gestão de risco, governança corporativa e estratégia empresarial?

Se a sua empresa ainda não adota essas boas práticas com controlo por meio da compliance, saiba que a Logical Minds oferece soluções em TI integradas para a sua organização. Serviços para melhoria da eficiência e da eficácia de toda as áreas.

Então, se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto, entre em contato conosco!   A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua transportadora.

 

 

ERP ou TMS? Como escolher o melhor software para a sua empresa

Está em dúvida sobre qual é a melhor ferramenta logística para o avanço da sua empresa? Confira o post de hoje no blog e saiba qual é a melhor solução para a sua transportadora!

Avanço tecnológico: qual é a melhor ferramenta de gestão logística para a sua transportadora? ERP ou TMS? Como escolher o melhor software para a sua empresa?

Com certeza, você já deve ter pesquisado e ouvido falar de alguns nomes e siglas bem específicas, não é mesmo?

Se você está em busca disso, mas ainda não sabe o melhor caminho, continue a leitura desse artigo e encontre a solução perfeita para o que a sua empresa precisa!

 

#ERP e TMS: para que serve cada um e qual a diferença entre eles?

Tanto o ERP quanto o TMS atuam em prol de uma gestão mais eficiente das empresas, contribuindo com informações estratégicas para a tomada de decisões.

Mas entenda exatamente qual é a maior contribuição de cada um desses softwares:

O ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema integrado de gestão empresarial. Ou seja, ele organiza todas as operações no dia a dia de uma empresa, tais como: RH, faturamento, compras, produção, contabilidade, entre outras.

Esse tipo de ferramenta surgiu para atender à indústria. Dessa forma, o ERP não é um software voltado para as necessidades específicas das transportadoras.

O que ocorre é que o ERP, muitas vezes, faz parte do TMS. Nesse caso, quando eles estão integrados, por exemplo, a emissão de NF-e e CT-e é enviada automaticamente para o controle fiscal e financeiro da transportadora.

Já o TMS  (Transportation Management System) foi desenvolvido exclusivamente para a  gestão do transporte.

O sistema integra todos os processos: custos das operações, frete, rotas etc. Além disso, o software analisa a rentabilidade e a evolução de cada cliente.

Saiba mais, no próximo tópico, sobre as vantagens do TMS.

 

#Benefícios do TMS para a sua transportadora

Como vimos, o TMS envolve toda a cadeia de transportes, disponibilizando informações em tempo real.

Outras vantagens do software são:

  • Disponibilidade de informações on-line de formas diferentes (dados por cliente ou por produto, por exemplo)
  • Melhoria no atendimento ao cliente
  • Segurança nas operações
  • Redução nos custos de transportes
  • Agilidade no planejamento, carregamento e distribuição
  • Acompanhamento dos indicadores de desempenho

Confira a seguir mais especificidades do TMS.

 

#Como TMS atua em cada uma das atividades mais importantes do setor de transportes:

Entenda agora como o TMS age especificamente no controle do frete, dos custos e das rotas.

1) Frete:

  • Auxilia na conferência de documentação, além de liberar pagamentos e recebimentos.
  • Faz cálculos e simulações
  • Controla o fluxo de informações por EDI (troca eletrônica de dados) ou pela internet

2) Custos:

  • Faz a gestão dos valores desde a coleta, passado pela transferência e a entrega
  • Calcula todos os custos dos processos, de forma específica, proporcional

3) Rotas:

  • Escolhe o melhor trajeto
  • Controla o tempo de entrega por cliente
  • Gerencia a sequência de entrega de acordo programação de carregamento (atuando em conjunto com o Sistema de Gerenciamento de Armazém, WMS).
  • Reprograma entregas quando ocorre imprevistos

 

 

Sem dúvida, o TMS é a melhor escolha para a sua transportadora!

Mas se você ainda está com dificuldade quanto à escolha do melhor software de gestão logística para a sua empresa, deixe o seu comentário ou entre em contato conosco!

A Logical Minds tem a solução perfeita, personalizada, para atender a sua empresa!

Armazém funcional? Entenda o gerenciamento via sistemas inteligentes

Armazém funcional: saiba como funciona o controle inteligente de estoque e armazenamento de uma empresa

Você sabia que um armazém funcional garante mais produtividade e segurança para a sua empresa?

É que, com um Sistema de Gerenciamento de Armazém, a rotina de estocagem e expedição passa a ser estratégica no dia a dia de uma transportadora.

Ou seja, é a automação logística melhorando a eficiência das operações dentro de um centro de distribuição.

Se essa ainda não for uma realidade em sua empresa, esse post é para você!

Com este artigo, você vai entender como é feito o gerenciamento do armazém via sistemas inteligentes e todos os seus benefícios.

Boa leitura!

 

#O que um Sistema de Gerenciamento de Armazém (WMS) para um armazém funcional ?

A sigla, em inglês, WMS (Warehouse Management System) é o mesmo que Sistema de Gerenciamento de Armazém.

Quer dizer: é uma solução logística (software) para a rotina de processos de um armazém, controlando todas as etapas e atividades, tais como:

  • Recebimento
  • Inventário
  • Expedição
  • Faturamento
  • Devoluções
  • Trocas
  • Reabastecimento

Enfim, os produtos são monitorados desde quando chegam até quando saem do armazém.

E mais: com as informações do sistema, as empresas conseguem se planejar de forma mais eficiente, além de medir os resultados de cada atividade.

Saiba mais sobre como funciona o Sistema de Gerenciamento de Armazém no tópico a seguir.

 

 

 

#Como funciona o Sistema de Gerenciamento de Armazém (WMS)?

Peça fundamental na cadeia de suprimentos, o WMS (Sistema de Gerenciamento de Armazém) funciona como um banco de dados de todas as movimentações dentro do centro de distribuição.

Essas informações são coletadas por meio de códigos de barras e sensores.

Dessa forma, tudo fica mais fácil e ágil, com precisão!

Por que a sua empresa deve ter um armazém funcional investindo nesse sistema?

Continue a leitura e descubra quais são todas as vantagens do WMS.

 

#Quais são as vantagens de um Armazém Funcional com o WMS (Sistema de Gerenciamento de Armazém)?

Agora que você já sabe a importância do WMS, veja quais são todas as vantagens do sistema para que sua transportadora tenha uma armazém funcional:

  • Aumento da produtividade
  • Mais controle de todas as etapas
  • Mais segurança com a coleta eletrônica de dados
  • Otimização do espaço físico
  • Visibilidade e rastreamento de produtos em tempo real
  • Minimização de erros de expedição e perdas
  • Mais velocidade, agilidade nas operações
  • Maior planejamento de compras, estocagem
  • Padronização de processos
  • Melhoria nos indicadores de atendimento ao cliente
  • Redução de custos operacionais
  • Mais lucro

Como vimos, o sistema, portanto, é a solução para as empresas que precisam atingir seus objetivos como a redução de custos, por exemplo, mantendo a satisfação do cliente e cumprindo os prazos de entrega.

Adotar o WMS é ou não é investir na inteligência do seu negócio?

 

Então, se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto ou se ainda não tem o Sistema de Gerenciamento de Armazém (WMS), entre em contato conosco!  A Logical Minds tem a solução personalizada que a sua transportadora precisa.

Entregas fora do prazo? Guia prático de otimização

Você sabia que a causa dos atrasos nas entregas pode estar relacionada com os processos internos da sua empresa?

O setor de transporte sofre muitas consequências negativas com as entregas fora do prazo. Afinal, esse é um dos grandes problemas enfrentados pelas transportadoras que afetam diretamente o consumidor final.

O resultado: insatisfação, reclamação e a não fidelização dos clientes.

Quer saber como a sua empresa pode evitar esses prejuízos com as entregas fora do prazo?

Neste post, você vai ter um guia prático de otimização da logística de transporte com todas as nossas dicas sobre o assunto.

Boa leitura!

 

#Identifique a causa do problema de entregas fora do prazo

Em muitos casos, a causa dos problemas de entregas fora do prazo está relacionada com os processos internos das próprias empresas.

É preciso atacar essa causa, fazendo uma análise das possíveis falhas em cada etapa do processo logístico.

Identificar alguns pontos negativos que comprometem o cumprimento dos prazos é o caminho para reverter isso.

Algumas possíveis causas das entregas fora do prazo são:

  • Demora na emissão de documentos, burocracias internas
  • Falha no controle do estoque, falta de planejamento e gestão do estoque
  • Atraso na liberação dos veículos
  • Atraso nas coletas
  • Interdições na rota de entrega
  • Acidentes, ocorrências de trânsito

E você sabia que o TMS é um grande aliado para identificar os eventuais contratempos?

Entenda mais sobre o TMS com a leitura do item a seguir.

 

#Adquira o TMS: uma solução para o problema de entregas fora do prazo

Com o TMS (Transportation Management System), as empresas têm o controle de todo o fluxo logístico: da contratação de transportes até a entrega final do produto.

É, portanto, uma ferramenta (software) que faz todo o gerenciamento do transporte.

Assim, esse sistema vai garantir mais produtividade nos processos internos – antes da entrega -, garantindo a satisfação do cliente lá na ponta final.

Uma vez que tudo está integrado no sistema e todas as etapas são interligadas, esse gerenciamento passa, então, a ser estratégico.

 

#Ataque as principais falhas com monitoramento em tempo real da frota e do sistema logístico

Com o monitoramento em tempo real da frota (com GPS e outras tecnologias avançadas) e de todo sistema logístico (com softwares específicos), todas as falhas nas operações podem ser corrigidas rapidamente, minimizando os prejuízos com as entregas fora do prazo.

E ainda: se a empresa conseguir identificar o quanto antes um acidente no percurso, por exemplo, ela pode tomar decisões assertivas em prol da comunicação eficaz e clara com o cliente sobre um possível ajuste no prazo de entrega.

É por isso que um sistema como o TMS que mencionamos acima, é imprescindível para que a sua transportadora possa garantir a satisfação completa do consumidor final.

 

 

 

 

#Negocie prazos de entrega com os clientes, priorizando suas necessidades

Cada cliente pode ter uma necessidade específica e as empresas de transporte precisam levar isso em consideração.

Se ele tem urgência para o recebimento de uma carga, por exemplo, e o prazo combinado com ele não for cumprido, ele será prejudicado assim como a própria transportadora.

Para evitar esse tipo de transtorno, é preciso negociar todas as condições de entrega com cada cliente. Mas os prazos precisam ser reais.

Saiba mais sobre como definir prazos no próximo item.

 

#Defina prazos reais de entrega

Não adianta nada oferecer um prazo pequeno/curto para conquistar um cliente sendo que ele não condiz com a realidade da empresa e nem com a do setor de transportes.

É preciso cumprir com o que for prometido, senão a transportadora vai arcar com o prejuízo da sua própria imagem.

Estabeleça, portanto, um prazo real a partir do relatório das entregas anteriores controlado pelo sistema de gerenciamento logístico. Faça um cálculo médio para definir essas datas.

Mas, atenção, é importante calcular os prazos também para cada etapa de todo o processo logístico e não apenas para o transporte propriamente dito.

Desse modo, o gestor consegue monitorar todas as atividades específicas, identificando suas falhas e propondo ajustes e melhorias.

 

#Previna erros, reduzindo os índices de devolução de mercadoria

Você sabia que os extravios, as avarias e os erros como produtos trocados, por exemplo, também são motivos para as entregas fora do prazo?

Corrigir esses problemas, prevenindo a devolução dos itens e mercadorias, é uma forma de minimizar os atrasos nas entregas.

Uma vez que as transportadoras têm como atividade principal a entrega de cargas, ela precisa ser feita com responsabilidade, segurança e cumprindo tudo o que foi prometido para o cliente, não é mesmo?

Você conseguiu identificar, ao ler esse artigo, quais são os erros que a sua empresa vem cometendo relacionados aos atrasos nas entregas?

 

Então, se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto ou se ainda não tem o sistema TMS que pode te ajudar a controlar todas as entregas, entre em contato conosco !  A Logical Minds tem a solução personalizada para a sua transportadora.